O Mar Infinito (A 5ª Onda #2), de Rick Yancey | Resenha do Livro


[ Esse livro é uma continuação de A 5ª Onda (clique aqui para ler a resenha), portanto haverá spoilers da história anterior ]



    Depois do final explosivo de A 5ª Onda, temos a sequência quase imediata de O Mar Infinito, com mais personagens recebendo destaque, contando a história a partir de seus pontos de vista.

    Um desses pontos de vista é de um personagem que é alienígena, e por isso surgem novas explicações sobre os motivos para a invasão, mas nem tudo foi esclarecido, já que ainda teremos o terceiro livro pela frente.

    Por esse motivo, conhecemos também mais sobre os alienígenas, seus personagens são aprofundados e é possível até conseguir criar empatia por eles. Como não é mais segredo a identidade desses personagens, eles são explorados de maneira que não tinha sido aproveitado no primeiro livro, e essa parte agrega muito a história como um todo.

    Antes mesmo de conhecer a história dos alienígenas eu já torcia para eles serem os vitoriosos no fim dessa batalha pela Terra. E eu fiquei decepcionado com as burrices que eles acabam cometendo, e isso acaba sendo contraditório por parte do autor, já que eles se dizem evoluídos, inteligentes e avançados tecnologicamente, como poderiam cometer erros tão banais?

    Um novo plot twist acontece no final dessa história, mas dessa vez um pouco antes da conclusão. E diferente do primeiro livro, não é tão previsível assim, o que tornou a reviravolta realmente surpreendente! 

    A história não avança muito no tempo, mas cresce para os lados, enriquecimento o universo criado pelo Rick Yancey, dando mais detalhes sobre os acontecimentos e descobrimos assim o como cada personagem reage aos fatos apresentados.

    Como são muitos pontos de vista apresentados, muitos deles são cruciais para entendermos tudo o que está realmente acontecendo na história. Uma cena sem sentido que é narrada por um personagem ganha sentido quando a história é recontada por outro, que teve uma outra percepção da história. Sendo assim, o livro brinca de contar a mesma história de maneiras diferentes, mas sem perder a emoção.

    Dessa forma também é dito mais sobre o passado dos personagens secundários, que até então não tinham tanto destaque na história. Mas nem todos eles chegam vivos até o final, e como dito anteriormente, um grande plot twist vira o gancho para o terceiro livro. Só resta saber se a série continuará crescendo, ou se os ETs vão acabar com tudo (literalmente).
Próximo
Anterior
Próximo »